Acompanhando Interface Ativa!

domingo, 27 de janeiro de 2013

Tragédia em Santa Maria



Lamentável a tragédia que se abateu sobre a cidade de Santa Maria, a 140 Km de Santiago, nesta madrugada. A boate Kiss, situada no centro da Cidade Universitária, onde mais de 2 mil jovens participam de uma festa organizada pelos cursos ligados ao Centro de Ciências Rurais da UFSM, incendiou, a partir do uso de artefatos pirotécnicos por membros de uma banda que animava o evento, já registra 232 mortos e 116 feridos, que estão em atendimento nos principais hospitais da cidade e nos municípios vizinhos.

A utilização sinalizadores pelos componentes da banda Gurizada Fandangueira atingiu a proteção acústica de espuma, altamente inflamável, causando o incêndio, que não pode ser contido, já que os extintores de incêndio não funcionaram.

A tragédia teve consequências avassaladoras porque a segurança trancou as portas de entrada da boate, impedindo as pessoas de saírem rapidamente e as saídas de emergência, que ficavam junto aos sanitários, confundiram os jovens. Muitos entraram nos banheiros e ali ficaram. Outros pereceram pisoteados, na ânsia de saírem do local. A maioria foi vítima da fumaça tóxica liberada pelo material altamente inflamável que foi tomado pelo fogo.

Infelizmente, a falta de segurança, a fragilidade da fiscalização dos órgãos públicos responsáveis, omissos e coniventes, aliada à ganância de empresários mais interessados em ganhos econômicos ceifou centenas de vidas.

A tragédia de Santa Maria é notícia em todo o mundo. Choremos por aqueles que morreram por causa da desídia de quem era responsável por sua segurança e, como cidadãos responsáveis, busquemos evitar que novas tragédias aconteçam, exigindo fiscalização adequada, cumprimento das leis que disciplinam eventos em locais confinados e tudo mais que implique em risco para a nossa vida e a de nossos semelhantes.

Como Santa Maria é um centro universitário importante, milhares de jovens de toda a nossa região vivem na cidade. Há informações de que a jovem Vanessa Vanovitch, natural de Santiago e Júlia Cristofari Saul, sobrinha do prefeito João Mário Cristofari, de Jaguari, estariam no local, já que até o momento não foram localizadas. Familiares se aglomeram no Centro Desportivo Municipal, para onde foram levados os corpos, com vistas à identificação.

2 comentários:

Rui da Bica disse...

Há coincidência curiosas !...
Estava eu a ler este post e ouço e vejo esta notícia na nossa Tv !
Que coisa horrível !!! :(((
232 mortos não acontece muitas vezes !
.

Prof Ms João Paulo de Oliveira disse...

Cara jornalista Nivia Andres!
Como é díficílimo aceitar a interrupção de centenas de vidas de maneira trágica.
https://www.youtube.com/watch?v=k1-TrAvp_xs
Caloroso abraço! Saudações entristecidas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Diadema-SP