Acompanhando Interface Ativa!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Período maior de luz solar traz disposição e bom humor na nova estação


Além do inspirador colorido das flores, a primavera traz também, para a maioria das pessoas, um sentimento de renovação de energias que tem, segundo especialistas, relação com o sol e com a maior luminosidade da nova estação - ou seja, com o fim do inverno, a estação mais fria e escura do ano.
— No inverno, a falta de luminosidade provoca uma alteração na produção de melatonina, um hormônio produzido pelo cérebro durante a ausência de luz ou à noite. A presença do sol interrompe essa produção, fazendo com que aqueles sintomas de cansaço, sonolência, indisposição e preguiça, comuns no inverno, acabem desaparecendo — explica a psicóloga Anissis Moura Ramos.
A falta da luz solar, típica do inverno, quando o dia termina mais cedo, pode causar outras alterações químicas, especificamente na produção da serotonina, um neurotransmissor que regula o humor, o sono e também o apetite. De acordo com Anissis, um maior período de sol favorece as questões neuroquímicas.
— Consequentemente, as pessoas terão mais disposição para realizar tarefas, pois o humor estará melhor. Com isso, haverá uma melhora também na autoestima, deixando a pessoa mais confiante, motivada, sentindo-se de bem com a vida, mais alegre — afirma.
Para o psiquiatra Nélio Tombini, chefe do serviço de psiquiatria da Santa Casa de Porto Alegre, outra explicação para o "ânimo primaveril" é o fato de que, atualmente, as pessoas sentem necessidade de sair com outras, estar na rua, movimentar-se.
— Claro que o sol é estimulante, mas, como no inverno tende-se a ficar mais em casa, as pessoas ficam mais abatidas e queixosas. A empolgação com o começo da nova estação é também cultural — defende.
O maior período de insolação, a beleza da estação e a expectativa da chegada do verão permitem que se passe mais tempo ao ar livre, fator que contribui bastante para o bem-estar e a qualidade de vida.
— Ao ar livre, aumenta a capacidade criativa das pessoas, elas sentem mais liberdade, relacionam-se mais, conseguem apreciar a natureza. Isso permite que elas se "desliguem" das preocupações do dia a dia — completa a psicóloga.
Fonte: Jornal Zero Hora on line

Um comentário:

Prof Ms João Paulo de Oliveira disse...

Prezada jornalista Nivia Andres!
Desejo que a primavera a deixe cada vez mais vigorosa e esperançosa de dias melhores!!!
Como é alvissareiro saber que existem jornalistas, como a Senhora, pautada pela lisura e transparência, que tem como lema informar o leitor sem jamais enganá-lo apropriando-se de textos alheios.
Caloroso abraço! Saudações primaveris!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Diadema-SP
Até breve...