Acompanhando Interface Ativa!

quinta-feira, 31 de março de 2011

Uma sinfonia para Jorge

Queria compor uma sinfonia para Jorge.  Uma sinfonia que falasse de amizade, de companheirismo, de compartilhamento porque, em certa estrada da vida caminhamos juntos. Uma sinfonia de acordes suaves, bela com um final de tarde; límpida e transparente como a luz do amanhecer; grandiosa, memorável, encantadora, como o luar refletido num espelho d’água.
Mas não sei escrever melodias. Só sei apreciá-las. Por isso, minha sinfonia para Jorge só pode ser feita com palavras – palavras de carinho, de reverência, de admiração. De respeito e de agradecimento.  Porque Jorge foi um dos profissionais jornalistas mais íntegros e talentosos com quem já tive a honra de trabalhar. E o amigo mais disponível, generoso e solidário, em qualquer situação.  O mais alegre, às vezes, o mais triste e melancólico e, sempre, o mais determinado e combativo.
Jorge se foi. Partiu hoje à tarde. Foi escrever em outras dimensões.  Levou um pouco de nós, que o queríamos tanto bem. Ficamos com um pouquinho dele, no nosso coração.
É esta a minha sinfonia para Jorge. Diogo Brum, nosso amigo e parceiro de redação da Folha Santiago também a assina.

4 comentários:

Anônimo disse...

PAZ IRREVERENCIAL...

Anônimo disse...

Cara Nívia.... Com sua permissão, faço minhas as lindas palavras tuas. Também tive o prazer de trabalhar com esse grande mestre e só terei lembranças boas desse cara muito especial.
Abraço.
Ricardo Seibt

ILTOM VARGAS DE OLIVEIRA disse...

Amiga Nívia,perdemos um grande amigo,um sujeito cheio de qualidades.Parabéns pelo seu texto,palavras muito bem colocadas por você.Um forte abraço.

Prof Ms João Paulo de Oliveira disse...

Prezada jornalista Nivia Andres!
Dionísio está inquieto e até a Senhora não poupou ao levar para seu habitat uma pessoa que lhe era muito querida. O Olimpo está em festa, porque certamente recebeu um jornalista que jamais teve como escopo enganar seu leitores... Desejo-lhe muita força neste momento de compunção.
Solidário abraço.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Diadema-SP