Acompanhando Interface Ativa!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Flor de reacionarismo

A expressão quem cunhou foi Cláudia Laitano (parafraseando Nelson Rodrigues), elegendo-a título de sua crônica de sábado, 17, em Zero Hora, comentando os desajustes estéticos e as frequentes críticas que sofrem as manifestações artísticas e culturais que saem dos padrões esteticamente estabelecidos, além da vergonha de certas pessoas de tornarem públicas suas preferências, pelo temor de parecerem idiotas. É a ditadura do gosto.

Detestável esse poder exercido arbitrariamente. Ainda bem que, segundo a cronista, pouca gente se interessa, atualmente, pelo que pensa certa "aristocracia intelectual" e avança, referindo que mais aguda é a ditadura da mediocridade, da desqualificação da cultura letrada, da diminuição das diferenças culturais, da estupidificação de estudantes com pouca ou nenhuma exigência na escola, da incapacidade de pensar além do senso comum (como se o que a "maioria" gosta fosse o ápice da civilização ocidental)."

Nenhum comentário: