Acompanhando Interface Ativa!

domingo, 18 de outubro de 2009

Nada de nada

Dando uma olhadinha básica nos sites de alguns jornais brasileiros, achei uma matéria interessante do jornalista Gustavo Chacra, correspondente do jornal O Estado de São Paulo em Nova York, na sua coluna De Beirute a Nova York, em que ele discute uma velha ideia - a de que os brasileiros reclamam que os americanos não sabem nada sobre os outros países. E explica: "Com certeza, na média, muitos americanos não saberão dizer a capital da Índia, a presidente da Argentina, o maior escritor da história da Colômbia, a língua que se fala na Áustria, o craque da seleção de futebol turca, o tipo de dança de Angola ou nome do mexicano que recebeu o Nobel de Literatura. O americano médio não sabe quem é o presidente do Brasil, qual a nossa capital, quem é o Kaká, o nome de qualquer escritor ou cantor brasileiro, o nome de mais de uma cidade e idioma que nós falamos."

Chacra é Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Columbia e comenta que, apesar dos americanos não saberem nada do Brasil, nos Estados Unidos, existem brazilianistas (com "z" mesmo) nas principais universidades. "Na Columbia, onde estudei, pelo menos cinco – que dedicam a carreira toda a estudar o Brasil. Um deles, Albert Fishlow, é colunista da Folha. Keneth Maxwell, de Harvard, também. Universidades como a Brown possuem mais livros de história brasileira do que qualquer instituição de ensino privada brasileira. No meu mestrado, aqui em Nova York, haviam quatro alunos americanos fluentes em português e que moraram no Brasil. O New York Times, o Wall Street Journal e a Newsweek mantêm correspondentes no Brasil."

Adiante, o repórter indaga: "Agora, eu peço aos leitores que perguntem a seus amgios. Tirando jogadores de futebol, quais os nomes dos presidentes do Uruguai e do Paraguai; os nomes de pelo menos um escritor de cada um desses países; de um músico; de um ator; de uma atriz; de um pintor; de qualquer político; de mais de duas cidades; suas danças típicas; e o de um jornal local. Vou mais longe e pensem no nome de cinco uruguaios e paraguaios de toda a história. De qualquer atividade, incluindo o futebol. São dois países que fazemos fronteiras e que temos um acordo de livre comércio. O Uruguai foi parte do nosso território. E, nós, brasileiros, cometemos um genocídio do Paraguai. E não sabemos, na média, nada destes países."

E então? Parece óbvio que não só os americanos não sabem nada sobre o Brasil ou outros países. Os brasileiros também. Não se interessam nem pela sua cozinha, quanto mais pela dos outros! Perguntemos a um santiaguense médio se ele sabe o nome do prefeito da vizinha cidade de São Francisco de Assis ou pode citar o nome de pelo menos cinco dos 10 vereadores do seu próprio município...Claro que não. Certamente, para ele, isso é cultura inútil.

Fonte: estadao.com

2 comentários:

la_gaviota disse...

hola cielo, un abrazote muack, besitos

J. Morgado disse...

Olá Nívia

Passei por aqui para te cumprimentar. Boa tarde.

Paz. Muita Paz.

J. Morgado