Acompanhando Interface Ativa!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

CCJ aprova criação do voto distrital

Depois de aprovar novas regras para as eleições de 2010 através e uma minirreforma eleitoral, a Câmara dos Deputados começou a discutir novas mudanças no sistema eleitoral. A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) aprovou, nesta quarta-feira, duas PECs (propostas de emenda à Constituição) que modificam a forma de escolha dos deputados federais e dos vereadores. As propostas estabelecem a adoção do voto distrital e seguem para análise de uma comissão especial.

Se as matérias forem aprovadas na comissão, ainda precisam passar pelo plenário e receber aval do Senado. Pelo texto da PEC 523/06, nas cidades com mais de 200 mil habitantes, seria instituído o voto distrital misto, enquanto a PEC 365/09, adota o sistema em todo o país.

O voto distrital permite a combinação de dois modelos: o voto aberto em nomes e a lista partidária. No sistema distrital, os estados e os municípios são divididos em distritos, limitados por regiões.

O eleitor vota duas vezes: o primeiro voto vai para a lista partidária de sua preferência e o segundo, para o candidato do distrito de domicílio do cidadão. Metade das vagas é preenchida pelo vencedor da eleição distrital. A outra, pelos candidatos selecionados na lista partidária.
Fonte: Folha Online

Um comentário:

Anfermam disse...

Não entendi bem esse funcionamento Nívia, de voto distrital. Como funciona realmente, quais são as vantagens para o eleitor e o povo, quais as vantagens para os políticos e partidos?
Estou desinformado.
Ajude-nos a compreender melhor!
Obrigado
Anfermam