Acompanhando Interface Ativa!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Cabalístico

Na próxima quarta-feira (9), o Supremo Tribunal Federal julga o pedido de extradição para a Itália do ex-terrorista Cesare Battisti, porém, antes de examinar o mérito da causa, os ministros vão enfrentar uma questão preliminar - decidir se, depois de ter sido ungido pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, com o status de refugiado político, Battisti ainda está sujeito à extradição.

Os advogados do italiano dizem que não. O governo da Itália afirma que sim. Segundo informações diponibilizadas pelo jornal Folha de São Paulo, através da repórter Renata Lo Prete, os ministros estão divididos.

Os quatro votos que o governo acredita ter contra a extradição do italiano Cesari Battisti são dos ministros Marco Aurélio Mello, Joaquim Barbosa, Cármen Lúcia e Carlos Ayres Britto, O Planalto espera que Gilmar Mendes, Ellen Gracie e Eros Grau acompanhem o relator, Cezar Peluso, cujo voto deve resultar pró-extradição. Ricardo Lewandowski é a principal incógnita no caso. Celso de Mello não estará presente no julgamento.

No Supremo, alguém foi olhar o calendário e notou que o julgamento de Battisti acontecerá no dia 09/09/2009. Às 9h. Com nove ministros no plenário.

Número cabalístico? Bobagem! Todo mundo sabe que os ministros do STF não são afeitos a superstições... Ademais, todo mundo também já sabe qual vai ser o resultado. 5 x 4 para o governo, é claro. Se me enganar, ficarei agradavelmente surpresa...

Fonte: Blog do Josias de Souza

Nenhum comentário: