Acompanhando Interface Ativa!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Saramago na ABL

José Saramago anunciou, em seu blog, que agora é acadêmico correspondente da Academia Brasileira de Letras, na vaga deixada pelo falecimento do escritor francês Maurice Druon.

Não sabia da existência dessa categoria - acadêmico correspondente - na Academia Brasileira de Letras. O espaço está muito bem ocupado! E, amigos portugueses que me honram com a sua leitura diária, estou feliz que o representante seja José Saramago, o melhor entre os melhores!

Saramago ainda comentou: "Eis-me portanto académico no país que mais amo depois do meu, o Brasil. É como estar em casa, com a diferença, nada dispicienda, do afecto de que nos rodeiam, sentimento que a pátria às vezes se esquece de manifestar, como se ter-nos feito nascer em Lisboa ou na Azinhaga já fosse honra suficiente."

Para saber mais acerca da eleição de Saramago, fui ao site da ABL. As novas: A Academia Brasileira de Letras, na sessão de 9 de julho, elegeu o escritor português José Saramago seu novo Sócio Correspondente, na vaga do escritor francês Maurice Druon, decano da Academia Francesa, falecido em abril de 2009. Saramago obteve 28 votos dos acadêmicos.

Comentando a eleição, o Presidente Cícero Sandroni lembrou que Saramago esteve na Academia em novembro do ano passado, para o lançamento mundial de seu mais recente romance, A viagem do elefante. Ao ressaltar que as vagas de sócios correspondentes são preenchidas por escolha dos acadêmicos – e não por solicitação dos interessados –, disse que “a Academia não elege agora apenas o Prêmio Nobel de Literatura cuja obra já tem o reconhecimento universal, mas também um velho amigo e colaborador”.

O quadro de Sócios Correspondentes da ABL é composto de 20 escritores de diversos países. A penúltima vaga havia sido preenchida no dia 4 de junho passado, com a eleição do francês Didier Lamaison para o lugar do português António Alçada Baptista.

Entre os atuais ocupantes figuram Mia Couto, Alain Touraine, Curt-Meyer-Clason, Daisaku Ikeda, Mário Soares, Claude L. Hulet, Adriano Moreira.

Nenhum comentário: