Acompanhando Interface Ativa!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Esses também perderam totalmente a noção

Do blog de Políbio Braga:Ao encurralar crianças dentro de casa, Cpergs compromete toda a oposição a Yeda

"Sem conseguir segurar seus radicais, a oposição deu um tiro no pé, quinta-feira de manhã, ao promover o cerco à casa da governadora Yeda Crusius. Com isto a oposição do PT, PDT, DEM, PSB e PCdoB paga junto o preço do desgaste, cujas implicações mostrarão os resultados das urnas no ano que vem.

. Vai entrar para a história a foto de professores vaiando e ameaçando fisicamente os dois netos da governadora. As crianças de 8 e 11 anos, mantidas com Yeda em cárcere privado, foram chorando para as provas de meio de ano. Isto aconteceu quando a mãe, Tarsila, e as duas crianças, tentaram sair de casa e não conseguiram, só obtendo sucesso na segunda tentativa, quando os aparatos de segurança pública desobstruiram o cerco.

. O Cpergs entra para o panteão dos piores verdugos políticos do RS.

. As capas dos jornais desta sexta-feira reproduziram a selvageria das cenas explícitas do violento cerco. O jornal Zero Hora, que move sistemática campanha de desestabilização do governo, preferiu mostrar Yeda e um dos netos atrás das grades da casa. ZH nem se deu ao trabalho de proteger com tarja o rosto da criança que aparece na foto, cuidado que costuma ter com os piores marginais do Estado, justamente porque assim nomina o Estatuto da Criança e do Adolescente para proteger o menor. Foi o único dos jornais locais que optou pelo simbolismo da cena, alinhando-se ocultamente ao desejo claro dos ativistas. Sua principal editora política aproveitou para reclamar da reação da Brigada Militar. A jornalista deu mostras de que preferia que os policiais permitissem a invasão da casa (os ativistas apedrejaram os jardins, na tentativa de acertar Yeda e os dois netinhos) e o justiçamento da governadora e da família.

- No Jornal da RBS, 19h30m, as imagens transmitidas ao distinto público não foram de cinegrafistas da emissora, mas cedidas pela Interlig, a agência de publicidade do Cpergs, portanto editadas com o objetivo de favorecer os ativistas e prejudicar a família de Yeda, inclusive seus dois netos e a filha.

. Na foto acima, as capas dos três principais jornais de Porto Alegre. O Sul e o Correio do Povo preocuparam-se em preservar a imagem da criança, o neto de Yeda, ao contrário do que fez ZH. CP e O Sul também preferiram não ajudar os baderneiros, evitando a foto de informação oblíqua e mentirosa, com Yeda e o netinho atrás das grades. Como se sabe, foto é informação e pode ser mais contundente do que o texto da melhor reportagem."

Lamentável. Toda manifestação é legítima desde que não atente contra a integridade física das pessoas que são alvo dos protestos. Mais chocante se torna, ainda, notar a que ponto os "professores" chegaram. Perderam totalmente a noção. Não é mais o caso de luta pelos direitos da classe, mas de ódio puro e pessoal.

3 comentários:

Kapasulinos disse...

En el traductor no esta la bandera del idioma Español, y no te puedo leer. Fijate si la podes agregar.
Saludos!

JAMES PIZARRO disse...

Parabéns pelo teu blog !
Tenho a leve impressão de que te conheci em Santa Maria, pois lá dei aulas durante mais de 40 anos na UFSM, Master, Riachuelo, etc...além de escrever para A RAZÃO durante mais de 30 anos, ter programa ecológico na Rádio da UFSM, etc...
Estou te convidando a acessar meus blogs :
www.professorpizarro.blogspot.com
www.antesqueanaturezamorra.blogspot.com

Bj

James Pizarro

Laguardia disse...

Muito Obrigado por seguir o Blog Brasil Liberdade e Democracia.

Seus comentários são bem vindos.

Estamos passando por um período no Brasil onde a união de todos por um Brasil de que nos possamos orgulhar com governantes mais éticos, honestos e morais é necessária.

Por este motivo conto com você nesta luta.

Mais uma vez muito obrigado.