Acompanhando Interface Ativa!

domingo, 3 de maio de 2009

É só uma turbulência, nada sério...

“Se o mal do Brasil fosse esse, o Brasil não teria mal.”
Lula, ao comentar a farra das passagens aéreas

Indecente defesa o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez do uso irregular de passagens aéreas pelos deputados, na semana passada. Defender privilégios é sempre indecente. E nada ético. Devemos lembrar que o episódio do desvio das passagens aéreas a que os deputados têm direito em benefício de familiares, amigos e agregados é apenas mais um dos tantos ilícitos que cometem os congressistas, sem qualquer pudor. O fato da Câmara ter vedado o uso das passagens para parentes só elimina o abuso, mas não o privilégio.

A defesa que Lula faz do privilégio só não é surpreendente. É gêmea univitelina da que fez durante o escândalo do Mensalão. "Todo mundo faz", disse ele, à época. E o que é que "todo mundo faz"? É caixa-dois, o único crime confessado pela turma. E o que é caixa-dois? É "coisa de bandido", reconhece ilustre figura da área jurídica que já ocupou a pasta da Justiça!

Ilustração: Paixão, via Gazeta do Povo

Nenhum comentário: