Acompanhando Interface Ativa!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Um traste

O que podemos esperar de um relator do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados como Sérgio Moraes (PTB/RS), que tem no currículo acusações de lenocínio, receptação de jóias roubadas, agressão, e de envolvimento com uma rede de prostituição (crime pelo qual chegou a ser condenado em primeira instância) e a melhor: manter um telefone público na casa do próprio pai, quando era prefeito de Santa Cruz do Sul?

Este é o nível do parlamentar gaúcho que vai pedir o arquivamento do caso de Edmar Moreira, o deputado dono do castelo em Minas Gerais (já revelou seu parecer antecipadamente).

Algumas pérolas, de sua autoria, referindo-se aos jornalistas:

“Eu estou me lixando para a opinião pública! Até porque a opinião pública não acredita no que vocês escrevem. Vocês batem, batem, e nós nos reelegemos mesmo assim

“O bonito para a imprensa é o Fernando Gabeira, que quando pegaram ele com passagens ele chamou vocês (imprensa) para pedir desculpas e todos se emocionaram. Então eu vou pedir para o Edmar Moreira fazer o mesmo”

“Vocês da imprensa publicam só uma parte, só para enrabar a gente"

Tem razão o Júlio Prates que ontem escreveu, em seu blog http://jornalistaprates.blogspot.com:

"Essa madrugada passada, assistia a TV Senado, cuja reprise dos trabalhos do dia permitem aquela deliciosa curtição noturna, sem correrias e na mais santa calma, diria até, na paz dos cemitérios.

Acuados pelas denúncias da imprensa, os senadores querem passar o parlamento no Brasil a limpo e fazer ressurgir a Fênix das cinzas da corrupção e da imoralidade.

De todas as intervenções, a que mais me chamou a atenção foi a do senador Wellington Salgado, PMDB/MG. Disse ele: quem representa a sociedade, os senadores que são eleitos ou a mídia? É claro que talvez ele saiba que os senadores representam os Estados e os deputados, o povo. Mas ele usou – genericamente – a expressão sociedade, talvez como força de argumento.

Essa é uma bela discussão. Eu – pessoalmente – acho que quem representa a sociedade é a imprensa e essa tem sintonia com seus leitores. Já os eleitores, não têm sintonia com os eleitos e esses não têm relação harmônica e nem devem satisfação para o povo. O povo vota porque é o obrigado a votar, só alguém muito idiota para acreditar que políticos representam o povo..."

2 comentários:

Padre disse...

Realmente um “traste”, não tinha um adjetivo melhor do esse para avaliar o estado combalido de um individuo ineficaz e desprezível, como esse eleito pela ignorância do povo.
Padre Euvidio.

jbaffonso disse...

O que comentar sobre a escalada da violencia no Brasil, onde os valores estão sendo invertidos, ao tomarmos conhecimento de pessoas como esse deputado o "relator" Sergio Moraes, nós nao encontramos outra explicação sobre essa criminalidade tao grande e crescente em nosso país, infelizmente, aquele que foi eleito para nos representar e nos criar mecanismos para nos proteger, é o que da exemplos maus de como ser um criminoso acima da lei. vergonha pra nos eleitores.