Acompanhando Interface Ativa!

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Vende-se

O deputado federal Edmar Moreira (DEM-MG), novo corregedor-geral da Câmara e também segundo vice-presidente da Casa, ex-integrante da Comissão de Ética, colocou à venda um castelo , inspirado nas construções européias, no valor de US$ 25 milhões (cerca de R$ 57,8 milhões) em São João do Nepomuceno, no sul de Minas Gerais. O castelo tem torres de até oito andares e 36 suites.

Vejam só, a Folha de São Paulo informou que o parlamentar declarou à Justiça Eleitoral em 1998, 2002 e 2006 somente uma casa e um terreno, avaliados em R$ 17,5 mil. E o castelo? O parlamentar está enroscado com a Previdência, por não ter depositado as contribuições previdenciárias de seus funcionários numa empresa de segurança, além de outros processos similares. O rolo chega a mais de R$ 10 milhões.

Ao tomar posse, o novo corregedor-geral defendeu que o julgamento de parlamentares seja feito pela Justiça e não pela Câmara, como é atualmente, nos casos de suspeita de quebra de decoro parlamentar. Ele disse que vai conversar com as lideranças sobre a proposta e sugeriu que os membros do conselho devem votar a admissibilidade de alguma eventual denúncia contra parlamentares e, posteriormente, encaminhá-la ao Supremo Tribunal Federal (STF), único órgão do Judiciário com poderes para analisar processos contra congressistas. Na opinião do corregedor, as denúncias contra parlamentares devem ser apuradas "até as últimas consequências".

Que cara de pau! Até que ponto vai a certeza da impunidade?

Aliás, o Seu Edmar, que é tão esperto, poderia vender o seu castelo à Câmara dos Deputados, naturalmente superfaturando o valor do imóvel... Notaram que lugar aprazível? Nesses meses de estio, onde Brasília é um inferno de calor e umidade do ar quase nula, os manos congressistas nem precisariam tirar férias, já que o local parece ser um hotel de luxo. Observaram que até lago tem? Muito próprio para a prática do jet-ski...

**Em tempo: No fim da tarde a Executiva Nacional do DEM pediu que o deputado Edmar Moreira (DEM-MG) deixe a vice-presidência da Câmara e, portanto, a função de corregedor da Casa. Em nota assinada por seu presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), determina-se ainda o encaminhamento à Comissão de Ética do partido das denúncias contra o deputado.

Imagem: Leonardo Costa, Ag. Globo

3 comentários:

Flavio Ferrari disse...

A casa de um homem
É seu castelo
Mas se declara
Vai para o prelo

Jorge Bitencourt disse...

Artigo hiper opinativo como a neve mais limpa antes de cair sobre a sujeira despejada na Terra Brasilis. Como sempre, se a imprensa não age, sobre para o pobre assimilado como tapete. Embaixo. Parabéns grande amiga e megajornlista (acho que se escreve assim, essa confusão com o hífen ainda vai me fazer homem-bomba (com e sem hífen) para implodir a Academia Brasileira de Letras, afinal até o autor de Marimbondos de Fogo comprou seu assento, vulgo o presidente de certa instituição democrática - é o que dizem, mas não é de fato, trata-se de um balcão de negociatas. Ele, o perigo que pode voltar a presidir o país, o descalabrado José Sarney. Agora, até o seu "Y" no final de sobrenome passou a ser português made in brazil. Pode: Não pode!

Arthur D.Viero disse...

Cartão Postal

A vista aerea é muito linda.Quanto a sonegação torna-se de praxe neste país; mas o que não o viram foi o prolongamento da rodovia estadual adentrando no castelo dos "SONHOS".Quem autoriza?