Acompanhando Interface Ativa!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

A próxima atração

Vem aí mais um programa social do governo - o Bolsa-geladeira, para ajudar pessoas de menor poder aquisitivo a comprarem o eletrodoméstico. E tem muito mais. Será um pacote de bondades do governo, de olho nas eleições de 2010.

Com o objetivo de movimentar o comércio e a indústria, a título de economia de energia, o governo está trabalhando numa idéia que nasceu destinada a fazer barulho: trocar todas as geladeiras das famílias pobres do país por geladeiras novas. O que se pretende é dar financiamento do tipo "de pai para filho", através dos bancos federais. Ao comprarem a geladeira nova, aqueles que entrarem no programa terão de deixar a geladeira velha nas lojas. O destino delas já estaria traçado: seriam compradas pelas siderúrgicas do país. Jorge Gerdau já deu o seu "ok". O que você acha da ideia?

Achei a ideia maravilhosa. Quero uma geladeira nova. Pode ser esse modelo aí. Anotem as características. Muito prática para quem milita na profissão de jornalista. Além da cor titanium, bastante característica de objetos futuristas, a geladeira traz acesso à web. Com uma tela plana de cristal líquido de 15,1 polegadas sensível ao toque, você poderá navegar, trocar e-mails e, por que não, comprar pela internet, tudo a partir da sua geladeira. E o mais curioso - ou atraente - é que para assistir à TV e ouvir rádio, você contará com quatro caixas de som Hi-Fi. Uma câmera digital também pode ser acoplada ao monitor, permitindo o envio de mensagens com vídeo e a criação, envio e impressão de fotos digitais. A Internet Digital DIOS estará disponível no mercado pelo módico valor de US$ 8 mil.

Um comentário:

Márcio Brasil disse...

Nossa. Nem sabia que já existiam geladeiras assim, com essa tecnologia. O homem é incrível, não, Nívia? Cria soluções para problemas que ainda não foram inventados e só esquece de solucionar os problemas que já estão criados. Bjs mil!!