Acompanhando Interface Ativa!

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Mudou, mas não muito

Na reunião dessa manhã em que foram discutidas algumas inovações nas regras do futebol profissional, a Fifa aprovou poucas mudanças. Foi introduzida, experimentalmente, a presença de dois juízes de linha (atrás dos gols) e rejeitada a proposta de aumentar o tempo de intervalo das partidas. Igualmente não foi aprovada a introdução do cartão laranja, que excluiria um jogador do campo por tempo definido pelo árbitro.

A presença de juízes assistentes foi uma novidade aplicada no torneio sub-19 da Uefa (a Federação Europeia de Futebol), disputado na Eslovênia em outubro/ novembro do ano passado. A nova regra será implementada agora em ligas profissionais, mais ficará ainda sob experiência.

Outros pontos foram decididos na reunião. A Lei 11 teve seu texto alterado para permitir que, caso um jogador deixe o campo sem permissão, passa a valer a sua posição como linha de impedimento. Houve mudança também no que diz respeito à ocupação da área técnica. Treinadores e seus auxiliares poderão permanecer na área técnica, sem voltar ao banco após transmitir instruções. No entanto, será cobrada maior responsabilidade de quem permanecer na área técnica.

A Ifab concordou ainda que a proposta de aumentar o número máximo de substituições em caso de tempo extra deve ser discutida pelos respectivos comitês da Fifa. Também voltará a ser debatido o procedimento que se aplica quando jogadores deixam o campo de jogo depois do atendimento médico.

Fonte: Site de ZH

Nenhum comentário: