Acompanhando Interface Ativa!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Mocinhos & Bandidos

Comentário de Roberto Jefferson, em seu Blog: "Em sua coluna na Folha de S. Paulo, Carlos Heitor Cony diz que, depois das embrulhadas da Polícia Federal e da Abin na Operação Satiagraha, "os mensageiros que trouxeram o caso ao conhecimento da nação estão ameaçados de terem a língua cortada. A má notícia em si, os crimes financeiros que teriam sido praticados pelo suspeitos, ficaram em segundo plano, aos poucos estão sendo esquecidos". Um momento: precisamos parar de dividir o mundo entre mocinhos e bandidos, porque não tão raramente a linha que os separa é tênue demais. Os mocinhos, ou seja, a polícia, sempre que abusa do imenso poder que tem, vira bandida, mas quem paga o preço é o país inteiro. Vira bandida quando abusa do Guardião para prender colarinhos brancos, vira bandida quando abusa do gatilho para acabar com traficantes em morros. E nem por isso os banqueiros e traficantes passam a ser mocinhos. Não ajuda defender este ou aquele, pois todos têm culpas a expiar."

Pois é, Roberto Jefferson, mercê de sua capacidade e inteligência, também reúne as duas características que menciona no comentário acima. Talvez tenha mais de bandido do que de mocinho, mas procede sua advertência. Ninguém é santo. A maioria sucumbe aos encantos do poder e do dinheiro fácil e esquece para quem trabalha. Principalmente os políticos...

Nenhum comentário: