Acompanhando Interface Ativa!

quarta-feira, 2 de julho de 2008

A liberdade, enfim

Ingrid Betancourt (D) abraça sua mãe, ao sair do avião*
Em operação espetacular, a inteligência do exército colombiano resgatou, nesta quarta-feira, a senadora franco-colombiana Ingrid Betancourt, que era mantida como refém há seis anos pelas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Além de Betancourt, os militares resgataram mais 14 reféns: três americanos e 11 policiais e soldados colombianos. Ingrid foi seqüestrada quando era candidata à presidência da Colômbia.

O resgate ocorreu sem que fosse disparado um único tiro. A vida dos seqüestradores foi preservada, segundo o ministro da Defesa, Juan Manuel Santos, para que as Farc libertem os demais reféns. Calcula-se que ainda haja cerca de 700 pessoas em poder do grupo guerrilheiro.
Outra surpresa, certamente, foi a aparência saudável de Ingrid, já que a última fotografia disponível mostrava a refém combalida e visivelmente deprimida, pela expressão de seu rosto e pelas palavras que escreveu em carta dirigida à mãe, Iolanda e aos filhos, Melanie e Lorenzo, divulgada meses atrás. Nos meios jornalísticos comentou-se que a aparência doentia serviu como marketing da guerrilha para forçar negociação e troca de reféns com o governo colombiano.

Alguns sites e blogs brasileiros comentaram que a nota do governo brasileiro sobre o fato foi "morna" porque estava em andamento uma negociação para que Ingrid Betancourt fosse entregue ao presidente Lula.
*A foto é do site da BBCBrasil

Nenhum comentário: