Acompanhando Interface Ativa!

sábado, 21 de junho de 2008

E o nosso Jardim Botânico?

Após a leitura de uma belíssima reportagem sobre o Jardim Botânico de Santa Maria, publicada no Diário de Santa Maria de hoje, lembrei que Santiago também possui um Jardim Botânico só que, infelizmente, abandonado. O Jardim Botânico de Santiago pertence à URI e está localizado em área próxima ao Ginásio Poliesportivo Aureliano de Figueiredo Pinto. Aliás, tudo o que diz respeito ao meio ambiente, em nossa cidade, fica em segundo plano, pelo menos em relação às iniciativas do Poder Público. Há uma secretaria do Meio Ambiente, recém criada, que só troca de gestor, sem que políticas públicas para o setor sejam pensadas e exercitadas. As ações práticas ficam por conta de associações privadas, onde existem cidadãos conscientes e de boa vontade.

No caso específico de um Jardim Botânico, quais são os seus objetivos? Fui pesquisar.

Um Jardim Botânico visa proteger a flora nativa, incluindo a fauna a ela associada, com prioridade às espécies ameaçadas, por meio da conservação, da manutenção das coleções científicas e do intercâmbio com outras instituições.

Um Jardim Botânico precisa sensibilizar a população em geral, por meio de um programa voltado para a importância da flora e da fauna nativas, com o uso de ações educativas destinadas a públicos diferenciados; promover a difusão do conhecimento científico produzido; apoiar as instituições de ensino formal e capacitar professores, incluindo o desenvolvimento de coleções educativas e trilhas interpretativas;

Um Jardim Botânico tem que propiciar o desenvolvimento de atividades compatíveis com os objetivos, promovendo a educação do público visitante, por meio de placas informativas, auto-explicativas e trilhas interpretativas, dentre outras formas de difusão do conhecimento sobre a flora e fauna encontradas;

Um Jardim Botânico deve realizar e apoiar o desenvolvimento de pesquisas que concorram para o enriquecimento do saber sobre a flora local, priorizando a conservação das espécies nativas, o levantamento da vegetação, a utilização dos produtos oriundos da região, a propagação de plantas, a manutenção de coleções, bem como sobre as demais áreas de atuação do empreendimento;


Além de tudo, um Jardim Botânico é um espaço de contemplação, de reflexão e de intenso e íntimo contato com a natureza, servindo para que o homem reflita sobre as suas responsabilidades para com o meio ambiente. A comunidade de Santiago precisa agir, pleiteando para que o Poder Público assuma a responsabilidade que lhe é inerente na construção de políticas públicas destinadas à preservação do meio ambiente e encontrar uma maneira de viabilizar o nosso Jardim Botânico.

Nenhum comentário: