Acompanhando Interface Ativa!

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Desrespeito ao consumidor

Prezada jornalista Nivia Andres:
Em dezembro de 2007, solicitei o serviço de internet discada da Brasil Telecom, realizado por técnico autorizado pela referida empresa. Mas, para minha surpresa, desde então, às faturas são acrescidas valores relativos a instalação e despesas de Turbo (Banda Larga). Procurei o escritório local da Brasil Telecom, mas, fui obrigada a recorrer ao Procon com objetivo de fazer retirar de minha conta valores indevidos, o que de fato aconteceu mediante recebimento de segunda via.
Desde então, mensalmente, o fato se repete. Sem outra alternativa, a cada 30 dias, sou obrigada a ir até o Procon reclamar dessa cobrança indevida. Além disso, atendendo a procedimentos ditados pela direção da Brasil Telecom – no escritório de nosso município, já respondi diversos questionários por telefone. repetindo meus dados legais, ou seja,documentos.
Trata-se de um abuso e desrespeito aos direitos do consumidor. Para tornar ainda mais absurda essa aparente tentativa de extorsão, ou desorganização geral dessa empresa (para ser mais gentil), as cobranças indevidas por inexistente uso de Banda Larga em meu aparelho de telefone são oriundas da Central de Goiânia.
Coloco as contas a sua inteira disposição, pois a taxa de Instalação Turbo é de R$ 138,48, a da mensalidade Turbo 250, R$ 17,39. O fato fica mais absurdo, porque consta devidamente a taxa de R$ 29,00 por internet discada, esta é correta. Porém, se optei pela discada, porque iria também pagar Banda Larga?
Espero não ter roubado seu precioso tempo, mas costumo ler o seu blog e sei que muitas outras pessoas estão passando por esta situação desrespeitosa: tentam nos cobrar o que não devemos e ainda temos de provar que somos honestas.

Um grande abraço.
Hortência Rodrigues de Bitencourt
Aposentada

A minha amiga Hortência e tantos outros usuários freqüentemente lesados pela Brasil Telecom devem, além de recorrer ao Procon, acioná-la judicialmente, em busca de seus direitos, vilipendiados todos os dias, pela incapacidade da empresa respeitar a vontade de seus assinantes. A Anatel também pode ser notificada das ocorrências, embora pouco faça ou aja em favor dos usuários dos serviços de telecomunicações.

Nenhum comentário: