Acompanhando Interface Ativa!

terça-feira, 27 de maio de 2008

Aniversário do Expresso Ilustrado e o livro de João Lemes

Participei, na noite de sábado, 24, do evento festivo em comemoração aos 15 anos do jornal Expresso Ilustrado e do lançamento do livro de João Lemes, seu editor, - 20 anos de jornalismo - João Lemes - Autobiografia de um autodidata. Foi uma festa muito bonita, de decoração primorosa, em que se sobressaiu a qualidade das pessoas presentes, representantes de todos os setores das comunidades santiaguense e regional, comprovando o sucesso empresarial em que se constitui o jornal Expresso Ilustrado, ancorado pelo espírito empreendedor de seus diretores - João Lemes, Sandra Siqueira e Suzana Lemes.

Tive o prazer que conviver semanalmente, durante seis anos, com o pessoal do jornal Expresso Ilustrado, enquanto atuei como assessora de comunicação da ACIS e depois, do CES, tempo em que contei com a colaboração preciosa de Mário Siqueira Júnior, Sidnei Garcia e Márcio Brasil, sempre atenciosos, compreensivos e competentes, para a montagem da página que as entidades empresariais mantinham no jornal. Foram anos de aprendizado e de convivência harmoniosa, em que pude perceber a evolução do empreendimento e a sua consolidação, mercê de um trabalho planejado e executado com seriedade.

Ainda não acabei de ler o livro de João Lemes, mas posso dizer que é o impressionante registro de uma época importante para Santiago e para a região, contado por um profissional habilidoso, que lutou para sobreviver e construir a sua empresa; proporciona trabalho para muitas pessoas e a vê consolidada e prestigiada pela comunidade. Nem sempre concordo com o pensamento de João Lemes, mas o respeito e o admiro. O documento tem edição e impressão primorosas, além de contar belíssimas histórias de vida e significar, com certeza, a catarse que provoca a maturidade pessoal e profissional de seu autor, uma corajosa volta no tempo que expõe sua intimidade, atitudes e ações.

Um comentário:

João Lemes disse...

Partindo de uma grande profissional como você, só poderia esperar tais considerações, dotadas da mais alta sinceridade e sensibilidade. Obrigado por ter compartilhado conosco de nossa festa e digo-me lisongeado por merecer estas palavras em seu blog, a respeito de meu livro. Quanto a não concordar com algumas posições minhas, digo que isso reforça ainda mais a sua notória força de saber discordar, com postura e categoria, mostrando personalidade e nem por isso deixando reconhecer aquilo que considera positivo em outros profissionais. É, afinal, como diz o Nenito Sarturi em uma de suas canções "das controvérsias brotam as luzes". Obrigado por sua presença luminosa em nossa festa. E parabéns pelo blog e pela liberdade de expressar seus pensamentos e opiniões, sempre de maneira brilhante e isenta.