Acompanhando Interface Ativa!

terça-feira, 22 de abril de 2008

Rapina real

O primeiro carregamento de ouro do Brasil chegou a Portugal em 1699. Levava meia tonelada de minérios. A quantidade foi aumentando até chegar a 25 toneladas em 1720. No total, estima-se que entre 1.000 e 3.000 toneladas de ouro foram transportadas do Brasil para a capital do império. O historiador Pandiá Calógeras calculou em 135 milhões de libras esterlinas o valor desse metal enviado para Portugal entre 1700 e 1801. Em moeda atual seria o equivalente a 7,5 bilhões de libras esterlinas ou 30 bilhões de reais. Um quinto desse total, ou seja, seis bilhões de reais em moeda de 2007, foi para os bolsos do rei em forma de impostos. Outro historiador, Tobias Monteiro, estimou que só de Minas Gerais foram despachadas para Portugal cerca de 535 toneladas de ouro entre 1695 e 1817, no valor de 54 milhões de libras esterlinas da época, ou 12 bilhões de reais corrigidos. Outros 150.000 quilos de ouro teriam sido contrabandeados no mesmo período, no cálculo de Monteiro.

Em 1729, o fluxo de riquezas para a metrópole aumentou ainda mais com a descoberta das jazidas de diamantes da colônia. Pandiá Calógeras avaliou em cerca de três milhões de quilates, aproximadamente 615 quilos, o total de diamantes extraídos no Brasil entre meados do século XVIII e começo do século XIX - incluindo pedras comercializadas legalmente e contrabandeadas.

*Referências encontradas no livro 1808, pág. 62, do jornalista Laurentino Gomes - Ed. Planeta, 2007.

Nenhum comentário: